Democracia e Paz

Estabelecer o acesso à informação, à participação inclusiva na tomada de decisões e à transparência, credibilidade e responsabilidade no exercício do governo.

Garantir o direito de toda pessoa a ser informada sobre os desenvolvimentos ecológico, econômico e social que afetem sua qualidade de vida;

Estabelecer e proteger a liberdade de associação e o direito a dissentir em assuntos de política ambiental, econômica e social.

Garantir  que estejam acessíveis e sejam do domínio público os recursos do conhecimento que sejam vitais para a satisfação das necessidades básicas e o desenvolvimento das pessoas;

Fazer efetiva a capacidade das comunidades locais de cuidar dos seus próprios ambientes e designar a responsabilidade para a proteção ambiental nos níveis de governo, que sejam mais efetivos, organizações internacionais e empresas prestem contas ao público sobre as conseqüências de suas atividades.

Afirmar e promover a igualdade de gênero como pré-requisito do desenvolvimento sustentável.

Oferecer, com base na igualdade de gênero, acesso universal à educação, ao cuidado da saúde e ao emprego, com o fim fr apoiar o desenvolvimento pleno da dignidade e o potencial de cada pessoa;

Estabelecer a participação total e eqüitativa das mulheres na vida civil, cultural, econômica, política e social.

Fazer do conhecimento, valores e habilidades necessárias para forja comunidades justa e disponível para que sejam parte integral da educação formal e da aprendizagem ao longo da vida para todos.

Oferecer à juventude a capacitação e os recursos necessários para a participação de forma efetiva na sociedade civil e nos assuntos políticos;

Animar a contribuição da imaginação artística e das humanidades, assim como a das ciências, na educação ambiental e desenvolvimento sustentável;

Comprometer os meios de comunicação no desafio de educar plenamente o público sobre o desenvolvimento, e aproveitar as oportunidades educativas que oferecem as avançada tecnologias de informação. 

Criar uma cultura de paz e cooperação.

Procurar a sabedoria e a paz interior.

Praticar a não violência, implementar estratégicas integrais para prevenir conflitos violentos e utilizar a resolução colaborativa de problemas para manejar e resolver conflitos;

Ensinar a tolerância e o perdão, promover o diálogo e a colaboração intercultural e inter religiosa;

Eliminar as armas de destruição massiva, promover o desarmamento, proteger o ambiente contra os danos severos causados pelas atividades militares, e converter os recursos militares para propósito pacífico;

Reconhecer que a paz é a parte integrante criada por relações equilibradas e harmônicas consigo mesmo, com outras pessoas, com outras culturas, com outras vidas, com a Terra e com o grande todo do qual somos parte.