Um novo começo

Como nunca antes na história da humanidade, o destino comum nos chama a redefinir nossa prioridade e a buscar um novo começo.. Tal reação é a promessa deste princípios da Carta da Terra, os quais são o resultado de um dialogo em nível mundial à procurar de um fundamento comum e valores compartilhados. /o cumprimento desta promessa depende da ampliação e mudança no coração e a mente. Requer que tomemos ações decisivas para adotar, aplicar e desenvolver a visão da Carta da Terra local, nacional, regional e globalmente. Diferentes culturas e comunidades encontrarão suas próprias e distintas formas  de expressão a visão e teremos muito que aprender uns dos outro.

Todo indivíduo, família, organização, corporação e governo têm um papel crítico a desempenhar. Os jovens são os atores fundamentais para a mudança. Deve-se forjar sociedade em todos os níveis. Nossos melhores pensamentos e ações surgirão da integração do conhecimento com o amor e a compaixão.

Para construir uma comunidade global sustentável, as nações do mundo devem renovar seu compromisso com as Nações Unidas, e desenvolver e implementar os princípios da carta da Terra mediante a negociação para adotar um documento de caráter vinculado baseado na Minuta do Convênio Internacional sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento da UICN. A adoção do Convênio proverá às normas jurídicas e as políticas ambientais e de desenvolvimento sustentável um marco de referência legal integrado.

Podemos, se é a nossa vontade, aproveitar as possibilidades criativas diante de nós e inaugurar uma era de renovada esperança. Que o nosso tempo seja lembrado pelo despertar de uma  nova reverência à vida, por um compromisso firme de restauração da integridade ecológica da Terra, pelo avivamento da luta pela justiça e pela outorga de poder aos povos, pelo cumprimento dos compromissos de cooperação na resolução dos problemas globais, pelo manejo pacífico das mudanças e pela jubilosa celebração da vida. Teremos êxito porque devemos fazê-lo.